Portuguese
Escolha a língua do site

Eurican Herpes 205 (Canine herpesvirus (F205 strain) antigens) - QI07AA

Updated on site: 09-Feb-2018

Nome do medicamento: Eurican Herpes 205
ATC: QI07AA
Substância: Canine herpesvirus (F205 strain) antigens
Fabricante: Merial

EURICAN HERPES 205

Resumo do EPAR destinado ao público

Este documento é um resumo do Relatório Europeu de Avaliação Público. O seu objectivo é explicar o modo como a avaliação do Comité dos Medicamentos para Uso Veterinário (CVMP), com base na documentação fornecida, conduziu às recomendações sobre as condições de utilização do medicamento.

Este documento não substitui a consulta do veterinário. Se necessitar de informação adicional sobre a doença ou o tratamento do animal, contacte o seu veterinário. Se quiser obter mais informação sobre os fundamentos das recomendações do CVMP, leia a Discussão Científica (também parte do EPAR).

O que é o Eurican Herpes 205?

O Eurican Herpes 205 é constituído por um pó e um solvente destinados à preparação de uma emulsão injectável. O Eurican Herpes 205 contém a substância activa antigénios do herpesvírus canino (estirpe F205) numa dose de 0,3 a 1,75 µg.

Para que é utilizado o Eurican Herpes 205?

O Eurican Herpes 205 é utilizado na imunização das cadelas gestantes para prevenção, nos cachorros, da mortalidade, sinais clínicos e lesões causadas pelo herpesvírus (herpesvirose canina) contraída durante os primeiros dias após o nascimento.

O Eurican Herpes 205 é administrado em duas doses subcutâneas (debaixo da pele) de 1 ml. A primeira injecção é administrada na cadela quer durante o cio, quer 7 a 10 dias após a data de acasalamento. A segunda injecção é administrada 1 a 2 semanas antes da presumível data do parto. A cadela deve ser revacinada do mesmo modo em cada gestação.

Como funciona o Eurican Herpes 205?

O Eurican Herpes 205 contém pequenas quantidades de antigénios do herpesvírus canino. A pequena exposição que se segue à injecção ajuda o sistema imunitário do cão a sintetizar anticorpos contra o herpesvírus canino e a neutralizá-lo. Uma vez vacinadas, as cadelas passam esses anticorpos, através do colostro, aos cachorros. Quando expostos ao herpesvírus canino numa fase posterior da vida, os cachorros não ficam infectados ou apresentam uma infecção muito menos grave. O Eurican Herpes 205 destina-se a proteger os cachorros desta infecção durante os primeiros dias após o nascimento.

Como foi estudada a eficácia do Eurican Herpes 205?

O Eurican Herpes 205 foi estudado em três estudos de laboratório e dois ensaios de campo. Num ensaio de campo, procedeu-se à medição da resposta serológica (produção de anticorpos). No outro, realizou-se um estudo sobre o efeito da vacinação na capacidade de gestação das cadelas num canil infectado. O primeiro estudo laboratorial testou a dose necessária para proporcionar protecção. O segundo estudo foi efectuado para mostrar a protecção de cachorros nascidos de cadelas vacinadas relativamente ao herpesvírus canino, tendo Eurican Herpes 205 sido comparado com a não vacinação. O último demonstrou a equivalência da indução dos anticorpos quando as cadelas são

vacinadas no dia do cio ou 7 a 10 dias depois do acasalamento.

Qual o benefício demonstrado pelo Eurican Herpes 205 durante os estudos?

O Eurican Herpes 205 mostrou uma boa protecção relativamente ao herpesvírus canino. No estudo destinado a mostrar a protecção de cachorros (de cadelas vacinadas) relativamente ao herpesvírus canino, mais de 80% das crias das cadelas vacinadas sobreviveram.

Quais os efeitos secundários do Eurican Herpes 205?

A injecção do Eurican Herpes 205 pode causar um edema (líquido sob a pele) temporário no local de injecção em 10% dos animais, no máximo. Este efeito secundário desaparece normalmente numa semana. Raramente, podem ocorrer reacções de hipersensibilidade (alergia) que necessitarão de tratamento.

Quais as precauções a tomar pela pessoa que administra o medicamento ou entra em contacto com o animal?

O Eurican Herpes 205 contém óleo mineral. A injecção acidental pode provocar dor intensa e tumefacção (inchaço) em especial no caso de injecção nas articulações ou nos dedos e, raramente, pode resultar na perda do dedo afectado. Em caso de injecção acidental com este medicamento, e ainda que a quantidade injectada seja mínima, consulte imediatamente um médico e mostre-lhe o Folheto Informativo do medicamento. Se as dores persistirem por mais de 12 horas após o exame médico, consulte novamente o médico.

Por que foi aprovado o Eurican Herpes 205?

O Comité dos Medicamentos para Uso Veterinário (CVMP) concluiu que os benefícios do

Eurican Herpes 205 são superiores a eventuais riscos na imunização de cadelas saudáveis contra o herpesvírus canino. O Comité recomendou, por conseguinte, que fosse concedida uma Autorização de Introdução no Mercado para o Eurican Herpes 205. O perfil de benefício-risco pode ser encontrado no módulo 6 do presente EPAR.

Outras informações sobre o Eurican Herpes 205

Em 26 de Março de 2001, a Comissão Europeia concedeu à Merial uma Autorização de Introdução

no Mercado, válida para toda a União Europeia, para o medicamento Eurican Herpes 205. A informação sobre a classificação do medicamento quanto à dispensa ao público pode ser encontrada no rótulo da embalagem exterior.

Este resumo foi actualizado pela última vez em 11-2006.

Comentários